comprar casa lisboa parque das nações

Quer viver no Parque das Nações? o que deve saber

Já foi considerada – não há muito tempo – a melhor de todas as freguesias da cidade de Lisboa para se viver. Mas o que lhe queremos mesmo mostrar são as razões pelas quais esta deve ser A zona onde vai comprar a sua próxima casa.

Ao longo de 20 anos, o Parque das Nações ganhou – por mérito próprio – o estatuto de zona privilegiada, sendo hoje amplamente reconhecida como uma das melhores zonas da capital, com imóveis avaliados em milhões de euros, o que, naturalmente, faz da antiga “Expo,” uma zona que não está ao alcance de todos os bolsos.

Aliás, é ainda mais interessante olhar para esta zona do ponto de vista evolutivo, bem como da perceção que as pessoas têm da mesma e que mudou significativamente ao longo da última década.

Não é, de todo, descabido recordar que o Parque das Nações já foi, em tempos, uma das zonas mais desprezadas da capital e que, em “apenas” 20 anos, se transformou numa das freguesias onde muita gente gostava de viver… e não só.

Quem vive por cá sabe que, ao fim de semana, há uma romaria de “outsiders” que vem passear à beira-rio, almoçar nos restaurantes da zona, visitar o Oceanário ou o Pavilhão do Conhecimento.

“Marcada pela arquitetura moderna e luminosa; rendida aos inúmeros jardins que comunicam com o rio; e responsável por instigar felicidade e satisfação a quem a visita; a área do Parque das Nações é o sítio ideal para passar um dia em família.” é isto que se pode ler no site visitlisboa quando se procura por Parque das Nações. Parece-nos uma descrição que caracteriza na perfeição este cantinho da capital.

Contudo, não é essa a razão que nos traz até este artigo.

A nossa missão, desta vez, passa por mostrar-lhe que o Parque das Nações tem mesmo de ser a sua próxima morada.

A nossa imparcialidade tem uma razão de ser

Não escondemos a ninguém que gostamos mesmo muito de aqui estar, de aqui viver, de aqui trabalhar.

Somos apaixonados pelo projeto do Parque das Nações desde sempre, muito por influência do nosso CEO, Marco Ribeiro, que vive aqui há vários anos e que aqui arrancou com este projeto que hoje dá pelo nome de MarkiClass.

“Gosto muito do Parque das Nações e sempre fui um apaixonado e defensor deste incrível projeto. Viver aqui é incrível. É como viver no campo, só que estando dentro da cidade.” diz Marco Ribeiro.

Esta descrição do Marco faz todo o sentido e é precisamente aquilo que queremos começar por destacar – viver no Parque das Nações é como viver no campo, mas dentro (bem próximo, até) da cidade.

Para além disso, há outra coisa que é preciso que saiba – os preços das casas nesta lindíssima zona já começaram a descer, antes mesmo das zonas concorrentes. Porquê? É precisamente isso que lhe vamos explicar já de seguida.

Já agora, sabia que o Parque das Nações foi a única freguesia lisboeta a registar uma descida dos preços no terceiro trimestre do ano passado?

Segundo os dados mais recentes do Instituto Nacional de Estatística (INE), o valor do metro quadrado caiu 1,9%, passando, no espaço de um ano, de 3203 euros para 3143 euros. São menos 60€ por metro quadrado.
É dinheiro.

Contudo, e apesar da descida, os preços continuam ligeiramente acima da média verificada na capital, que anda à volta dos 2877 euros por metro quadrado, o que faz desta nossa lindíssima freguesia a 9ª classificada no ranking das freguesias mais caras, no que ao metro quadrado diz respeito.

Mas não se pense que o valor de uma casa se traduz apenas no preço do metro quadrado. Se está a pensar comprar casa em lisboa ou vender a sua casa é importante saber que os 21 025 habitantes da Parque das Nações têm muitos motivos para viverem em felicidade, seja pelos restaurantes ou atracções, há muito para descobrir.

A importância da envolvência

Tudo o que envolve a zona onde está à procura de casa tem influência no preço da mesma, mas mais do que isso, tem influência na forma como olha para essa mesma zona.

Pois bem, no Parque das Nações temos tudo. Literalmente tudo.

  • Comércio
  • Serviços
  • Vista de Rio
  • Espaços verdes
  • Acessibilidades
  • Transportes públicos
  • Escolas
  • Bancos
  • Entretenimento
  • Museus
  • Hipermercados
  • Restauração
  • Proximidade do Aeroporto
  • Bares e animação noturna

Como vê, são razões de sobra para que se convença de que este é o sítio onde vai querer morar nos próximos (belos) anos da sua vida.

comprar casa em lisboa markiclass

O fim da euforia e o regresso à realidade

Todos sabemos o que se passou em Portugal nos últimos 2/3 anos, com o Mercado Imobiliário a viver tempos verdadeiramente alucinantes, particularmente no que à subida dos preços das casas diz respeito. O mercado de arrendamento que o diga…

Foram tempos de alguma abastança, em que se verificou um padrão em muitos dos casos que nos chegaram às mãos – houve muita gente a atrasar a venda da própria casa, na esperança de que a pressão e a iminência dos valores e a subida constante dos preços fizesse com que conseguissem vender casas pelo máximo valor possível.

Agora, acabou a euforia e as coisas estão a regressar ao normal, ou seja, nas palavras de Marco Ribeiro, “passámos da euforia, à realidade para comprar casa em lisboa”.

Se vai recorrer a uma imobiliária veja este vídeo

Os clientes já não estão a “cair” no “engodo” da especulação e estão a preferir esperar em vez de arriscar a compra de um apartamento com valores muito acima daquilo que os apartamentos realmente valem.

“Há, inclusivamente, casais que vivem num T2, que precisam e procuram um T3, mas que acabam por encontrar soluções de imobiliário que resolvem alguns dos problemas encontrados; ou então acabam mesmo por encontrar outras soluções fora da cidade de Lisboa” como nos confidencia Marco Ribeiro.

O que se passa é que os preços das casas no Parque das Nações há muito que já tinham batido no teto máximo, pelo que, tendo sido dos primeiros preços a subir, faz sentido que sejamos dos primeiros a estabilizá-los.

O que se espera de 2019

Como já nos disse o Marco Ribeiro, 2019 é o ano em que se está a verificar um regresso à normalidade e até à descida dos preços para comprar casa em lisboa, particularmente no que diz respeito às ofertas feitas por quem anda à procura.

Os proprietários torcem o nariz, naturalmente, por acreditarem que conseguem vender a casa pelo preço que consideram adequado.

Contudo, na nossa opinião, o que se vai passar em 2019 é o seguinte:

“Quem não conseguir vender o seu imóvel este ano vai ter muito mais dificuldade em realizar essa mesma venda em 2020, pelo que o nosso conselho seria o de tentar vender este ano.”

Por isso, se está a considerar a hipótese de vender casas este ano para vir procurar casa por aqui, já sabe o que tem de fazer:

– Em primeiro lugar é falar connosco através do endereço geral@markiclass.pt para que possamos dar início ao processo que ainda leva o seu tempo;

– Depois é tentar vender a casa o quanto antes – pela melhor oferta possível – e começar a pensar onde, quando e como é que vamos fazer isto. Quanto ao resto, o resto pode deixar por nossa conta.

Se já vendeu a sua casa, veja: estes conselhos são para si!

Fica desde já o convite para juntos começarmos a traçar o futuro dos seus investimentos imobiliários.
Queremos estar consigo nos momentos mais importantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

gdpr-consentimento-digitalfc.: Pedido de Consentimento [GDPR]
Processamos dados, utilizando cookies no site (dados que ajudam os sites a lembrar-se de visitas anteriores) para melhorar a experiência do utilizador:
1. Ajudar os nossos serviços a fornecer conteúdo útil e personalizado;
2. Fornecer anúncios com base nos seus interesses;
3. Realizar análises e medições dos nossos serviços;
> Para mais informações sobre cookies e o processamento dos seus dados pessoais, consulte a Política de Privacidade e Protecção de Dados Pessoais

Privacy Settings saved!
Configurações de Privacidade

When you visit any web site, it may store or retrieve information on your browser, mostly in the form of cookies. Control your personal Cookie Services here.

Decline all Services
Accept all Services